​“Este ano o maior certame profissional dedicado às farmácias renova-se com várias novidades e com o objetivo de proporcionar uma maior e melhor interação entre Expositores e Visitantes.

Acompanhe todas as novidades em expofarma.pt e fb.com/expofarma2018


Últimas notícias

Street Food é uma comida rápida, confecionada, vendida e consumida na rua, pelo que tem uma forte ligação à cultura popular e à história de cada cidade. Este tipo de comida também está ligada à finger food, comida para se…

A Rede Claro concretiza uma intenção muito forte das farmácias em encontrar sinergias, por forma a potenciar e profissionalizar as diferentes áreas da actividade das farmácias e farmacêuticos, principalmente pelo acesso a dados, informação, mas sobretudo conhecimento.
Outrora a grande questão foi o “Big data”, que assumia muito maior relevância quando eram consolidados dados de diferentes proveniências e que, ao mesmo tempo, implicava a partilha e troca com aqueles dados que geramos in-house.
Logo depois, a questão centrou-se na “Informação”, que se traduzia na maior ou menor facilidade na “leitura dos dados” para provocar uma decisão.
Nos dias de hoje consideramos que o busílis do tema reside no conhecimento que é gerado precisamente pela partilha de dados e informação, onde devemos incluir as “experiências vividas”.
Dar tangibilidade a questões do foro cognitivo e emocional é imperativo para o sucesso das organizações.

Os conceitos partilha e colaboração adquirem uma nova dimensão com a abertura de um Mundo cada vez mais digital e orientado para as novas tecnologias. A Saúde não é exceção. Também aqui a tecnologia tem vindo a revolucionar a forma como os utentes interagem com todo o sistema e como o próprio sistema opera dentro de si. Temos utentes mais ligados a uma saúde mais próxima. Para além da redução de custos que uma maior eficiência operacional aporta, esta partilha contribui também para a construção de uma cultura de parceria, coresponsabilização e proximidade entre os utentes e os restantes players do sistema de saúde. As Farmácias, como rede de proximidade integrada nos cuidados de saúde primários, têm abraçado a inovação e sido pioneiras no recurso a todo o potencial das novas tecnologias para trabalhar os eixos da construção de valor de forma colaborativa com outros profissionais de saúde e com os próprios utentes. A proximidade da rede das Farmácias Portuguesas aos utentes, vem fortalecer e sublinhar a sua intervenção em prol da prevenção da doença e promoção da saúde e de uma vida mais saudável.